Atendimento
Atendimento ao cliente: +55 11 3405-7800
Área do Cliente
  Área do Cliente    
EMDOC
MENU
x Home Empresa Diferenciais Publicações Serviços Eventos Boletins Escritórios Fale Conosco

Brasília recebe 50 refugiados venezuelanos em voo que saiu de Roraima

Brasília recebeu nesta terça-feira (24), pela primeira vez, refugiados venezuelanos beneficiados pelo processo de interiorização que tenta "dispensar" os imigrantes que entraram no Brasil por Roraima.
 
O voo da Força Aérea Brasileira (FAB) chegou à capital por volta das 14h45 desta terça-feira (24). O Boeing 767 aterrissou com 50 imigrantes — todos eles já protocolaram pedidos de residência temporária e de refúgio no Brasil.
 
O grupo trazia bagagens pequenas e acenava para quem os esperava na Base Aérea de Brasília.
 
A organização Aldeias Infantis SOS, localizada na 914 Norte, no Plano Piloto, fez a acolhida do grupo. A entidade atende, prioritariamente, famílias com crianças. Entre as 50 pessoas recebidas, há 13 crianças e sete bebês.
 
Após aterrisar em solo brasilense, os venezuelanos que aceitaram voluntariamente deixar Roraima para outras cidades do Brasil poderão permanecer no abrigo por até três meses. Caso não consigam trabalho nesse período, o prazo de permanência pode ser revisto.
 
Segundo o governo federal, todos os imigrantes já foram vacinados e estão com CPF, RG e carteira de trabalho. As crianças também receberam a documentação para que possam ser matriculadas em escolas do DF.Interiorização permanente
O chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, esteve na Aldeias Infantis SOS, na Asa Norte, para receber os venezuelanos que escolheram recomeçar a vida em Brasília.
 
Durante o encontro, o ministro afirmou que esse processo de interiorização aumentará ao longos dos meses.
 
“A interiorização é permanente, porque nós temos uma entrada permanente em Roraima. Então, temos que interiorizar, porque, caso contrário, Roraima não conseguirá suportar toda a população venezuelana que está adentrando o território.”
Segundo a assessoria de imprensa da Casa Civil, 127.778 venezuelanos entraram no Brasil por Pacaraima (RR) e 68.968 já deixaram o país. Nos cálculos do governo, cerca de 30% das pessoas levadas no processo de interiorização conseguiram encontrar emprego nos estados brasileiros e não dependem mais da ajuda dos abrigos.
 
Sobre o valor investido no programa de interiorização, o ministro afirmou que o "número não é tão expressivo se consideramos o quanto isto é importante para a vida dessas pessoas". O valor, no entanto, não foi informado.
 
Voo com escalas
A aeronave, um Boeing 767, saiu do Aeroporto Internacional de Boa Vista às 8h (9h no horário de Brasília) desta terça. Ao todo, 130 homens, mulheres e crianças embarcaram.
 
O voo parou em Mato Grosso, Distrito Federal, São Paulo e Rio Janeiro. Em cada unidade federativa, ficaram aqueles que optaram por morar na região. Nos estados de destino, os imigrantes foram acolhidos por abrigos.
 
Fonte: G1 
VOLTAR
Fale ConoscoFALE CONOSCO
ATENDIMENTO AO CLIENTE Um canal aberto para sugestões, críticas e elogios.
E-mail: emdoc@emdoc.com - atendimento@emdoc.com
Tel.: +55 11 3405-7800
EMDOC - Mobilidade Superando Fronteiras R. Luis Coelho, 308 - Térreo
São Paulo / SP - Consolação - 01309-000
Tel.: +55 11 3405-7800
Fax: +55 11 3405-7868
ATENDIMENTO AO CLIENTE
Um canal aberto para sugestões, críticas e elogios.
E-mail: emdoc@emdoc.com - atendimento@emdoc.com
Tel.: +55 11 3405-7800

R. Luis Coelho, 308 - Térreo
São Paulo / SP - Consolação - 01309-000
Voltar para o topo